sexta-feira, 7 de março de 2014

Um pouco mais sobre uma língua que mudou meu olhar



Libras... foi essa a língua que mudou o meu olhar. Quando era pequena eu aprendi a falar, um pouco mais tarde decidi que português não me bastava, e aí lá fui eu estudar inglês e espanhol. Mas aí, um belo dia, línguas faladas não me eram suficientes... e aí.. tcharam! Aprendi a falar com as minhas mãos e meu corpo.
Yes! Suas mãos, seus olhos, sua linguagem corporal, seus movimentos também falam por você. E se essa for a única opção como é o caso dos surdos não-oralizados isso será bem natural.

Mas como aprendi a olhar as coisas diferentes? Surdos nos ensinam a olhar para o mundo de forma diferente, a valorizar o que os olhos vêem, e com eles aprendi que muitas vezes o que vemos acaba por desmentir o que ouvimos. Observe atos, gestos, olhares, e verá a verdade, muitas vezes palavras por demais só servem para nos confundir. Sensibilize-se. Use todos os seus sentidos. Toque. Abraçe. Sinta o gosto. Aprenda por meio de todos os canais sensoriais e você irá longe. Desenvolva seus sentidos todos. Olhe uma, duas, três vezes para tudo...perceba detalhes, olhe nos olhos e não se contente com menos que a verdade.

Um dia conto como é meu trabalho. Eu gosto muito do que faço, mas tem muitos desafios ser intérprete de Libras num sistema educacional não preparado para a inclusão.

Vou ensinar um sinal pra vocês, é o meu sinal, como se fosse meu nome na comunidade surda, é esse:(letra P nos olhos)


Que tal aprender um pouquinho também? Sei lá, você pode encontrar um surdo por aí e querer falar um pouquinho com ele.
Estas são as letras:



Você pode aprender alguns sinais no site: http://www.acessobrasil.org.br/libras/

Fica a dica!

Ahh, só mais uma dica: Filme Black conta a história da educação de uma menina cega-surda.
Por hoje é só pessoal!

3 comentários:

Amélia Calórica disse...

Oi Priscila vim agradecer suas palavras de conforte e de sabedoria, muito obrigada de coração só ajuda viu...bjs Dani

Amélia Calórica disse...

* Conforto ( errei antes de mandar não corrigi)

Vivi disse...

Que lindo, acho incrível a possibilidade de vc transmitir uma mensagem oral através do corpo, exige mesmo muita sensibilidade!! Parabéns!! Quanto ao desânimo, as vezes ele aparece, não tem jeito, tente se apegar em alguma coisa positiva que te ajude a levantar, um bom livro ou um pouco de lazer, as vezes até a alimentação pode ajudar (quando me sinto assim tomo algum polivitaminico por um mês ou mais, parece que ajuda)!!! bjo querida e obrigada pela visita!! Adorei!